Lombalgia – Dor Nas Costas – O que é? Causa? Tratamento?

O que causa dores nas costas?

Oito a cada 10 pessoas já tiveram ou ainda terão, em algum momento de suas vidas, lombalgia e/ou dores nas costas. Com isso, surge uma série de outros impactos e problemas, como:

  • Dificuldade para desempenhar atividades diárias;
  • Limitação de movimentos;
  • Desconforto para a prática de atividades físicas;
  • Necessidade de faltar ao trabalho;
  • Uso excessivo de medicamentos;

Dentre outros.

São várias as causas para a manifestação de lombalgia, e neste artigo abordaremos as principais!

Estruturas que compõe a região lombar

Antes de tentar entender as causas (incluindo doenças) de dores nas costas, você precisa ter em mente quais são as estruturas que fazem parte da região lombar.

São elas:

  • Coluna lombar, composta por 5 vértebras;
  • Discos intervertebrais, que são estruturas situadas entre as vértebras;
  • Vários músculos importantes, que auxiliam na sustentação de todo o corpo;
  • Nervos que partem da coluna e dirigem-se para todo o corpo;
  • Osso da bacia (pelve);
  • Dois rins.

Geralmente, a lombalgia se dá devido a alguma “falha” destas estruturas.

 

Principais causas de Lombalgia

Afinal, o que causa a tão incômoda dor nas costas? A má notícia é que nem sempre existe um diagnóstico preciso.

Aproximadamente 60% das lombalgias crônicas (isto é, que tem duração superior a 15 dias) não possuem uma causa específica. Porém, isso não impede que seja realizado o tratamento.

Ainda assim, sabem-se algumas causas e patologias (doenças) que resultam neste problema:

1) Desvios posturais

A má postura, agravada pelos hábitos de vida atuais que incluem sedentarismo, longas horas em frente ao computador e outros, pode ser uma causa recorrente de dor nas costas.

2) Hérnia de disco

Os discos intervertebrais se situam entre as vértebras, e devido aos estresses e pressões constantes da coluna, pode haver “deslocamento” e até mesmo ruptura destas estruturas, causando a tão conhecida hérnia de disco.

A dor é local, e também se irradia (“corre”) para as pernas e nádegas.

3) Reumatismos

As doenças reumáticas são várias, e podem acometer a musculatura, ossos e articulações.

Como exemplo, podemos falar em artrose (acomete mais comumente a coluna) e espondilite anquilosante (danifica as articulações da pelve).

4) Doença renal

Os rins estão situados na região mais lateral da lombar, e em determinadas doenças podem causar dor local e/ou que irradia para o abdome.

Dentre as patologias mais comuns, está a infecção dos rins (chamada de pielonefrite) e cálculos renais.

5) Contraturas musculares

As contraturas musculares são situações muito comuns, e que podem limitar drasticamente a qualidade de vida dos pacientes. Como dito anteriormente, vários músculos podem ser atingidos.

A causa desta patologia costuma ser os maus hábitos posturais, e algumas situações podem agravar, como o estresse emocional, problemas ortopédicos (como a dismetria de membros inferiores – ou seja, uma perna mais curta que a outra), etc.

Como tratar?

Como você pode perceber, a maioria das causas de dores nas costas se dá devido a maus hábitos e vícios posturais. Sendo assim, o fisioterapeuta tem um papel muito importante no tratamento.

Dentre as possibilidades para aliviar a dor estão:

Osteopatia/quiropraxia: são técnicas de manipulação, com o intuito de reequilibrar as disfunções musculoesqueléticas e viscerais encontradas na avaliação, afim de amenizar os sintomas.

Acupuntura distal: trata-se do agulhamento de regiões correspondentes a da dor, tendo como resultado a melhora imediata do incômodo.

Pilates: com a ajuda de um profissional, uma série de exercícios são realizados com o objetivo de fortalecer a musculatura estabilizadora da coluna vertebral.

Reeducação Postural Global ( RPG ): Técnica fisioterapêutica que utiliza-se de posturas específicas para reequilibrar as cadeias musculares melhorando assim, as queixas e dores.

Mesa de Tração Eletrônica: Equipamento que possui uma unidade de tração computadorizada e través de ajustes específicos aumenta o espaço intervertebral e melhora a sintomatologia do paciente.

Para saber qual é o melhor procedimento para o seu caso, busque um fisioterapeuta qualificado e de sua confiança!

Além disso, evite o uso abusivo de medicamentos, principalmente quando não houver indicação médica. Isso poderá acarretar em danos e prejuízos severos a sua saúde.

Rua Setúbal, 777 Lj. 2

Boa Viagem Flat - Recife - PE

Telefone

(81) 3052-5441

Nosso WhatsApp

(81) 98606-9554

Atendimento

Seg - Sex: 06:00 às 21:00